“O que eu quero é despertar mais parceiros para fazer pelo futebol”. É o primeiro pensamento e objetivo traçados pelo diretor do Sitrefesp (Sindicato dos Treinadores de Futebol do Estado de São Paulo), o técnico Pintado. Visto dentro da própria diretoria como agregador, Pintado está em busca de melhorias para aqueles que são importantes dentro do contexto futebol e recebem muito pouco em troca. “Estou junto com essa diretoria pra tudo, para despertar o Sitrefesp, que está adormecido. Talvez esse grupo que tomou a frente não consiga fazer tudo que precisa mas, quando sairmos, vamos deixar melhorias, com certeza”, aposta.

Pintado entende que a visão externa do futebol é prejudicial ao profissional. “O que sempre passa é a prateleira de cima, onde os salários são muito altos. Talvez estes realmente não tenham a necessidade, mas precisam ter direito. Não é no alto nível que a gente trabalha, são os que estão atrás, os auxiliares-técnicos, o treinador da Bezinha, da A-2, A-3”, explica o diretor, que enumera aquilo que entende como fundamental.  “Precisamos ter a profissão regulamentada, poder pedir aposentadoria, ver seus direitos respeitados. Não é possível ser demitido em uma semana e não acertarem o que devem”.

A prática é sempre a mesma: demitido, o técnico parcela sua rescisão em meses e muitos nem recebem. Agem assim por medo de fechar a porta naquele clube. “Essas ações que hoje têm peso são ilusão. O que acontece é, dessa maneira, outros passarem pela mesma situação na sequência”, disse. E faz questão de ressaltar que os clubes têm, sim, o direito de dispensar o profissional. “O bom trabalho é, incondicionalmente, avaliado pelo diretor, pelo clube”.

Desde que assumiram o Sitrefesp, o que se vê são treinadores dispostos a ajudar, o que ainda é pouco. “Não é só querer, precisa de atitude. Existe desgaste um treinador se colocar como pessoa, imaginam que ele é contra o dirigente, o clube. Precisamos ser mais envolvidos, engajados, acreditar mais na gente. Não é só a falta de união que nos enfraquece, mas o não entendimento do que queremos e podemos”.

Foto: Pintado – Crédito: ogol.com.br

Compartilhe
WhatsApp Chat
Enviar

LOCALIZAÇÃO

Rua Solimões, 456 – Barra Funda
São Paulo – 01138-020

ATENDIMENTO

sitrefesp@sitrefesp.org

11 3392-5200 / 3392-5015
11 98432-4738