Técnico fala do reconhecimento do trabalho à frente do time cearense e analisa o crescimento do futebol da região

Guto Ferreira é comedido ao analisar se vive a melhor fase dos quase 30 anos como técnico de futebol. Se o atual momento não for o melhor, certamente a última década é. Desde 2011, o atual técnico do Ceará consegue um resultado expressivo a cada ano, seja conquistas de campeonatos ou acessos com os clubes que dirige. Mas o piracicabano de 55 anos quer mais para as próximas temporadas.

Guto sabe que é uma das peças mais importantes que fizeram do Ceará o melhor time nordestino do ano passado com a conquista da Copa do Nordeste e a equipe da região com a melhor colocação na série A do Campeonato Brasileiro. E essa influência atinge até o rival. Não é à toa que o estado do futebol no estado do Ceará aparece como sendo o oitavo melhor do Brasil no ranking da CBF.

O treinador conhece bem o futebol nordestino (sua primeira passagem pela região foi em 2005 no comando do extinto Corinthians Alagoano) e sabe que o Nordeste tem mudado de status no cenário nacional. De acordo com Guto, muito disso deve-se ao crescimento da Copa do Nordeste, destacada por ele como “a segunda mais importante competição do país no primeiro semestre”.

Abaixo você confere os principais pontos da entrevista exclusiva que Guto Ferreira concedeu à Goal.

Momento na carreira

Estou conseguindo ter, nos mais variados âmbitos, o reconhecimento do torcedor e o apoio incondicional da direção. São situações assim que fazem com que a gente esteja muito leve e os resultados acontecendo. Isso é muito importante para que se possa estar feliz e estar bem. 

Calendário 2021

O primeiro semestre no Nordeste adquiriu muita importância por conta da Copa do Nordeste. Na Copa do Nordeste, só na fase de grupos, você faz pelo menos cinco partidas num nível muito bom. Assim se ganha um ritmo muito importante, coisa que só o Campeonato Paulista talvez tenha.

Atual momento do futebol nordestino

Tem três ou quatro equipes que vêm puxando para cima o futebol nordestino através de administrações qualificadas, de gestões sadias e de respeito aos atletas. Eu espero que as outras equipes venham também no embalo. Se é possível para Bahia, Ceará e o nosso rival fazer, por que não é possível para as equipes de Pernambuco fazerem? Hoje a gente tem CRB e CSA buscando se estruturar.

Copa do Nordeste

É um título importante. Não é mais importante do que o Campeonato Brasileiro, mas é um título importante para o primeiro semestre. Hoje o jogador nordestino não tem necessidade de descer para São Paulo ou Rio para tentar uma promoção maior. Até porque as equipes do Nordeste estão se divulgando mais. Como dizemos aqui: esses tambores do Nordeste estão ecoando de uma maneira muito alta.

Sul-Americana

Vamos ver como vamos estruturar a nossa equipe. O nosso objetivo é participar da melhor maneira possível em todas as competições. Até por isso, o Ceará montou um plantel grande para não ter problemas. Perde-se um jogador, mas você tem outro num nível muito próximo ou igual para poder solucionar o seu problema naquele momento. A Sul-Americana é, sim, uma competição importantíssima e na cabeça do torcedor existe todo um charme.

Rivalidade e crescimento do futebol cearense

É uma rivalidade sadia que ocorre com alguma integração. Há apoio e troca de ideias. Quando há necessidade de decisões para o coletivo, existe a união para o melhor do futebol do Ceará. Existe muito diálogo entre os presidentes e esse perfil de gestão de ambas as partes é muito importante. A competitividade se dá dentro do campo. Existe a rivalidade, mas acima de tudo existe a consciência que um só vai ser maior se o outro estiver crescendo.

Reconhecimento

Eu estou muito feliz. Eu costumo dizer que o que você planta em algum momento você colhe, só que eu não posso parar de plantar porque senão eu paro de colher. Se você analisar a nossa carreira de 2011 para cá, ele teve ano após ano ao menos um resultado de expressão. No único ano que não tivemos título, conseguimos subir com a Ponte Preta em 2014.  

Por Gil Luiz Mendes – Fonte: Goal.com – Foto: Guto Ferreira – Crédito: Gazeta Press

Compartilhe
WhatsApp Chat
Enviar

LOCALIZAÇÃO

Rua Solimões, 456 – Barra Funda
São Paulo – 01138-020

ATENDIMENTO

sitrefesp@sitrefesp.org

11 3392-5200 / 3392-5015
11 98432-4738